domingo, 23 de julho de 2017

Ligação do Anel Viário com Av Pe Cícero

Trecho que falta da Av Paulo Maia
A ligação da saída para Caririaçu até o limite com Crato está praticamente pronta. É a Av do Contorno. Esta avenida se encontra com a Av Paulo Maia na altura de seu viaduto entre os bairros São José e Antônio Vieira.

A Av Paulo Maia é a importante ligação entre o Anel Viário e os bairros Triângulo e Salesianos. Para finalmente se apresentar como nova e importantíssima rota neste novo Juazeiro do Norte, falta a prefeitura efetuar os serviços de uma de suas margens na altura da estação Antônio Vieira do Trem do Cariri. Nesta área há encostas, e requer um pouco mais de trabalho. Mas estamos no aguardo!

Cadê o 3D?



Juazeiro do Norte e toda a região praticamente só dispõem dos cinemas do shopping. São 06 salas, sendo 01 ou 02 capazes de proporcionar a experiência em 3D. Mas já faz um bom tempo que nenhum filme é oferecido em 3D. O que aconteceu? Problemas técnicos? A empresa não tem condições para o conserto? Fomos obrigados a comprar os óculos em vão? Os lançamentos até que são coerentes, mas fica a pergunta: cadê o 3D?

sábado, 22 de julho de 2017

Romeirão repaginado

Divulgação

Foi anunciada esta semana a reforma e transformação do Romeirão em arena. Eu já tinha desistido de postar projeto de obras. Houve um tempo em que os anúncios eram quase semanais e praticamente nada saía do papel. Mas parece que há uma certa mudança. 

Pretende-se agora uma reforma do estádio construído em 1970 e nunca ampliado. Falando nisso, a capacidade seria de 13400 pessoas. Parece pouco, o atual comporta oficialmente quase 10000. Levando em consideração o aumento da população da cidade e região, então uma capacidade pelo menos de 15000 a 20000 seria mais plausível. Pelo menos haverá a modernização. E no mesmo lugar.

É até meio complicado no mesmo lugar. Não há espaço no entorno. A não ser pela Praça de Bíblia e da escola (será demolida?).

A obra será uma parceria da prefeitura e estado. O próprio governador dará detalhes do projeto posteriormente. Quem sabe o futebol juazeirense volte aos seus dias de glória num novo palco?

Ciclovias e ciclofaixas: a vez das bicicletas!

Ciclofaixa de acesso ao Parque de Eventos


Transporte da saúde e da economia. A energia que gasta é de seu corpo, e não do seu bolso. As bicicletas vão ganhando cada vez mais espaço nas avenidas de Juazeiro do Norte. Além da Ciclovia do Cariri, sob responsabilidade do governo estadual, dentro da cidade já existem espaços exclusivos para a modalidade.

Av Virgílio Távora já perto do aeroporto, anel viário, avenida de acesso ao Parque de Eventos, trecho da Faculdade Leão Sampaio Campus Lagoa Seca até a UFCA, além de boa parte da Av. Ailton Gomes em implantação.

Espera-se que não haja intrusos, leia-se motoristas e motociclistas, nestas faixas. E que surjam mais e mais ciclofaixas com interligação entre elas.


Cidade da iniciativa!



Destinada a crescer. Assim é Juazeiro do Norte. Em muitos lugares pelo Brasil afora podemos observar um motor específico de desenvolvimento, seja uma siderúrgica, uma montadora de veículos, enfim, um empreendimento de grande porte patrocinado por incentivos e suporte dos governos. Já em Juazeiro do Norte, a iniciativa é individual.
Iniciativa de um empresário que decide investir numa faculdade, de outro que se propõe a construir casas, e de mais um que resolve abrir um supermercado, e de mais um, e de mais um... A árvore do desenvolvimento vai se ramificando em incontáveis galhos e gerando frutos!
O poder público na terra do Pe Cícero permaneceu por muitos anos meio adormecido. Parece que vem acordando. Não há mais tempo a esperar. As ruas estreitas do Centro não suportam mais a quantidade de veículos. Novas avenidas estão sendo construídas. Espaços tradicionais de convivência, como a Praça Pe Cícero, encontram-se depredados. Projetos de revitalização são planejados. É um bom começo, mas os esgotos a céu aberto sempre serão inadmissíveis. O aeroporto implora por reformas. Não para atrair do princípio, mas para se ajustar à demanda consolidada. Várias outras pendências também aguardam resolução.
É realmente impressionante o ritmo de crescimento. Lembro que até o início de minha adolescência, passar pela rotatória Crajubar significava praticamente sair da cidade. Ir até a Lagoa Seca parecia uma pequena viagem. Hoje já houve até confusão com os limites territoriais, porque as construções desenfreadas ultrapassaram as barreiras geográficas do município.
Olhando Juazeiro de longe, lá estão os arranha-céus imponentes. É o contraste da modernidade com a tradição. As romarias, o chapéu de palha, a sala do santo, as renovações, o reisado, as procissões. A cidade da iniciativa individual para a coletividade herdada pelo padre Cícero. Que seus filhos aprendam cada vez mais a cuidar de seu lar. Parabéns, Juazeiro do Norte!

Paulo Leonardo Celestino

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Estreia cearense

De acordo com a nota de divulgação:

A partir desta quinta-feira (06/07), o longa-metragem cearense “Os Pobres Diabos”, dirigido por Rosemberg Cariry, estreia no cinema do Orient Cariri Garden Shopping, em Juazeiro do Norte, trazendo a magia e as lutas de uma trupe circense que viaja pelo interior do Ceará. A obra venceu os troféus de Melhor Filme pelo Júri Popular e Prêmio TV Brasil no 46º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro.
Com um elenco de estrelas formado por Chico Diaz, Sílvia Buarque, Everaldo Pontes, Gero Camilo, Zezita Matos e Sâmia Bittencourt, entre outros nomes, o filme apresenta ao público o Gran Circo Teatro Americano, uma companhia mambembe e muito pobre, que perambula por pequenas cidades do sertão nordestino até armar a tenda em Aracati, no litoral do Ceará.
Cariry mostra-se sereno e atento aos mínimos detalhes, na condução do seu modo de fazer cinema, com um toque autoral. Embora se veja favorecido pela revolução tecnológica em curso na área, explora a sua faceta humana, natural e artesanal. Sabe que depende sempre ainda da expressão dramática de atores e atrizes, do rigor da fotografia, da generosidade da luz solar, da criatividade diligente e inspirada da direção de arte.
Sob o rigor de uma narrativa que se propõe simples, a exemplo das narrativas da literatura de cordel, o filme recria e funde artes e artimanhas, saberes e sentimentos, arquétipos e sonhos, tradições perdidas e relidas, tempo presente e pretérito, em busca de um sentido estético capaz de vencer o vazio individualista e globalizante, na era do desfazimento de tudo, em especial, da dissolvência cultural da chamada pós-modernidade.
A discussão sobre o significado de cultura e especificidade cultural é um desafio para o qual devemos estar sempre atentos. Nesse sentido, como artistas de circo, os personagens têm em comum a característica de viajantes e nômades: com o passar do tempo, eles vão adquirindo características de tantos lugares por onde passaram e/ou viveram, que já não é possível identificar de onde eles vieram, ou que lugar ou cultura representam. Esta decisão está refletida na escolha que fizemos dos atores e atrizes de 'Os Pobres Diabos', vindos de várias regiões do país”, conta.

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Tem moto na ciclovia! Pode?

Ciclovia do Cariri - trecho da Av Leão Sampaio

A Ciclovia do Cariri ainda não foi inaugurada e deve receber alguns ajustes finais. Nela há vários acessos para os pedestres e ciclistas. Alguns motociclistas espertalhões estão utilizando esses acessos para rapidamente mudar de pista. Já testemunhei 02 casos, bem na altura do Campus Saúde Unileão. Não pude fotografar porque estava dirigindo. Será que é possível fiscalizar essa infração?

Veja aqui algum assunto de seu interesse

Se não encontrou seu assunto acima, digite abaixo e clique em pesquisar

Postagens mais acessadas do mês