quarta-feira, 15 de março de 2017

Coluna Juanews: Pegando carona nos gasodutos



A comparação da interiorização do desenvolvimento nos estados nordestinos é inevitável à medida que nos deparamos com projetos no Estado do Ceará restritos à capital e sua região metropolitana, enquanto outros estados possuem planos de expansão para o interior. Ao pesquisar na internet, há um projeto de construção de um Gasoduto entre o Recife e Araripina. O trecho até Belo Jardim já foi concluído, e atualmente a obra avança entre Belo Jardim e Arcoverde. É totalmente compreensivo que as cidades com maior proximidade geográfica venham a receber este tipo de investimento antes das localidades mais distantes, o que não se pode compreender é a ausência de um projeto estruturante desta envergadura no Estado do Ceará. Chega-se ao ponto de nem mais ser racional pensar num gasoduto partindo de Fortaleza para o Cariri, pois atualmente há um plano de expansão no vizinho Estado de Pernambuco muito mais próximo de nossa realidade. Agora, resta a humildade dos nossos governantes em solicitar um ramal de Salgueiro ao Cariri, algo em torno de 120 quilômetros, permitir que recebamos este benefício pela Copergás – Companhia Pernambucana de Gás Natural. Lamento que o Ceará retroceda ao tempo que cada região distante da capital recebia influência marcante dos estados vizinhos, isto só reflete a impotência do governo estadual cearense (no momento chefiado por um governador caririense) de manter o estado coeso com sentimentos de unidade em torno do Ceará.

Antes que o leitor faça suas próprias pesquisas sobre gasodutos no Ceará, adiantamos que a cidade de Aracati via litoral oeste possui um gasoduto até a Região Metropolitana de Fortaleza, os projetos de expansão avançam rumo ao Pecém, e se encontra em estudos o Gasoduto Meio Norte, que via Sobral, permitirá a comunicação com Piauí e Maranhão.

A criação da RMC – Região Metropolitana do Cariri parece não sensibilizar o Governo do Ceará a receber projetos estruturantes, o Gás Natural é uma fonte de energia abundante, limpa e de baixo custo, permitiria a substituição de outras matrizes energéticas, com destaque para lenha, carvão, etc. Desta forma, favoreceríamos o combate a degradação ambiental na Chapada do Araripe, pertencente a Pernambuco e Ceará.


Remeto-me a meses atrás quando representantes da Região do Araripe em Pernambuco aproximaram de personalidades da Região do Cariri no Ceará para unidos reinvidicar a criação de um Estado, visto esquecimento pelas autoridades dos respectivos estados. Pois bem, se nossos vizinhos se sentem esquecidos, com projetos como esse, o que dizer de nós, que nem projeto temos...

domingo, 5 de março de 2017

Tudo no Centro!

Mais 01 agência Bradesco em Juazeiro do Norte

Esta para mim foi uma surpresa. Andava pelo Centro, na rua Santa Luzia próximo ao Mercado Central. Quando percebi, ao invés da agência do HSBC estava mais uma agência do Bradesco. Agora são 03, todas no Centro e bem próximas, distantes no máximo 02 quarteirões. No caso a original fica na também rua Santa Luzia e a segunda na rua da Conceição, com a compra do BEC.

Bairros mais distantes, como o Pirajá, mereceriam uma agência também.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Especial Serra da Capivara


Serra da Capivara, patrimônio da humanidade

Neste Carnaval estivemos na Serra da Capivara, no sertão do Piauí. Distante cerca de 10 horas de nosso Cariri, toda a viagem é recompensada pelas riquezas naturais e pela sensação de participar ao vivo da história da humanidade.

A cidade é São Raimundo Nonato. Possui aeroporto, mas por enquanto apenas com voos pelo estado do Piauí. Conta com alguns hotéis e pousadas. As ruas lembram um pouco Juazeiro, cheias de depressões nos cruzamentos, e feitas sem planejamento com o crescimento da cidade. Tem relativo comércio e os principais estabelecimentos bancários.

A grande atração sem dúvida são os sítios arqueológicos da Serra da Capivara, como a Pedra Furada e a Toca do Inferno. Neles podemos observar as pinturas dos primeiros habitantes humanos da América! Sim! Estudos recentes liderados por franceses confirmaram a teoria de pesquisadores brasileiros que contrariava a certeza dos primeiros homens terem chegado ao continente americano pelo estreito de Bering. As pinturas retratam desde cenas de luta até os animais da época. Somando à atividade humana, belíssima paisagem formada pelas rochas.


Criança enterrada em urna feita de cerâmica

Ao lado da cidade também se encontra o Museu do Homem Americano, com várias peças arqueológicas em exposição, desde ferramentas até fósseis de seres humanos. Complementando, há atrações interativas, como uma escavação virtual.


Escavação virtual no Museu do Homem Americano.
Recomendamos a visitação!

Aeroporto de São Raimundo Nonato PI: como o nosso deveria ser!

Aeroporto Internacional Serra da Capivara

Estamos em São Raimundo Nonato PI. Local de incríveis belezas naturais e de muita história com as pinturas rupestres da época da chegada do homem à América do Sul. Como importante centro turístico e de pesquisa, e por estar longe dos grandes centros urbanos, merecia um aeroporto à altura.

Mas por enquanto o Aeroporto Internacional Serra da Capivara funciona apenas 02 dias na semana, com uma pequena empresa subsidiada pelo Governo do Piauí operando. Por que então não conseguimos um aeroporto equivalente? Temos 03 empresas nacionais operando em vários voos diários, o aeroporto funcionando 24 horas.

Entra governo de situação, oposição, tempos de economia nacional pujante ou tempos de crise. Não há diferença. O processo de melhorias do aeroporto de Juazeiro do Norte é sempre a passos de tartaruga.




Foto de André Pessoa - Facebook

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Coluna Juanews: Novos vetores de crescimento

Hoje o editor do Juanews propõe o investimento para os esquecidos distritos de Juazeiro do Norte, diante da polêmica dos limites com Crato e Barbalha:



Durante muitos anos a cidade de Juazeiro do Norte investiu num modelo de desenvolvimento compartilhado e integrado com as vizinhas Crato e Barbalha. O resultado colhido são duas avenidas: Padre Cícero e Leão Sampaio que se apoderaram como eixo de desenvolvimento regional e fazendo perder a noção dos limites entre as três cidades. Paralelo a isso, analisemos os distritos de Barbalha (todos acessos asfaltados e com interligação entre eles por rodovias estaduais Caldas-Arajara pela CE-386) e Crato (apenas Mont’Alverne não tem este benefício, se considerarmos o acesso asfaltado do Distrito Industrial a beneficiar o Santa Rosa).

 Agora olhemos para o nosso interior: Marrocos e Padre Cícero ou São Gonçalo e Palmeirinha. O primeiro ocupa boa porção do território do Município de Juazeiro do Norte e vive da promessa do asfaltamento de uma estrada vicinal de jurisdição municipal. O segundo tem bem verdade seu acesso pela Rodovia CE-060, mas parou no tempo se comparado ao pujante desenvolvimento vivenciado por outras partes do município e vizinhos. Uma vez ultrapassados os limites municipais os benefícios diretos serão da municipalidade local, devido pequenas dimensões, isto mais cedo ou mais tarde será vivenciado, até criou-se uma Região Metropolitana com o intuito de assessorar este crescimento múltiplo.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Sem representação, Juazeiro perde território!

Juazeiro sem representantes

Há um ditado: todo povo tem seu representante que merece. No caso de Juazeiro do Norte, nem isso! Uma das mais importantes cidades de todo o interior do Nordeste não possui representantes na Assembleia Legislativa na capital do estado. Quando muito um ou outro suplente que assume de forma interina. 

Qual o resultado? Notícias como a perda de território para as cidades vizinhas. E olha que Juazeiro do Norte já é um dos menores municípios do Ceará em extensão territorial. Mas aí chegou perto dos vizinhos com condomínios, fábricas. Seu próprio povo ajudou elegendo candidatos paraquedistas, a cidade fica sem representação e quem é mais esperto consegue fisgar mais rápido o pedaço do bolo! 

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Coluna Juanews: PERIGO NA VILA 3 MARIAS

Lembram do blog Juanews? Seu editor está sempre colaborando com o Cidade Juá. Nada mais justo do que reservar um espaço para um dos blogs pioneiros de nossa cidade:

Artigo enviado pelo editor do Juanews

Vila 03 Marias

A Rodovia Padre Cícero é uma realidade para os transeuntes entre Juazeiro do Norte e a capital, no entanto, alguns cuidados de segurança estão sendo negligenciados ao longo do seu itinerário. Neste momento, destacamos o PERIGO NA VILA 3 MARIAS. A Zona de Domínio do DER deveria propiciar, além do leito estreito da pista de prefixo CE-060, dez metros em cada lateral sem construções, com o principal intuito de servir de área de escape para veículos desgovernados, favorecer ao estacionamento de automóveis em caso de necessidade, permitir um fluxo mais seguro para pedestres, ciclistas, veículos com tração animal, enfim a todos.

Apesar de haver legislação específica, as construções avançam sob os olhos dos Poderes Públicos de forma desordenada e colocam a todos (moradores e transeuntes) em situação de perigo. A Vila 3 Marias não deveria seguir o exemplo da Vila Palmeirinha (que recentemente foi agraciada com um desvio por fora da sede do Distrito Padre Cícero), mas se utilizar deste modelo para se saber o que não deixar acontecer.

A vila, agora reconhecida como Bairro 3 Marias, contrasta do belo Anel Viário, que se inicia ali tão próximo e precisa de um projeto que permita mais segurança: contorno, alinhamento das construções a dez metros de cada margem, alargamento da via, não sei... Quem deveria nos dar uma resposta?

Veja aqui algum assunto de seu interesse

Se não encontrou seu assunto acima, digite abaixo e clique em pesquisar

Postagens mais acessadas do mês